Marcelo Melo fica com o vice do US Open em sua quarta final de Grand Slam

Marcelo Melo fica com o vice do US Open em sua quarta final de Grand Slam

Mais um grande resultado para o tênis mineiro em 2018. Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot foram vice-campeões do US Open. Nesta sexta-feira, dia da Independência do Brasil, a parceria foi derrotada pelos norte-americanos Mike Bryan e Jack Sock, por 2 a 0, com parciais de 6-3 e 6-1, em jogo que teve duração de 1h14min no Arthur Ashe Stadium, no Complexo de Flushing Meadows, em Nova York,.

O primeiro set da decisão começou bastante equilibrado, com as duas duplas mantendo os seus serviços até o sétimo game. Melo e Kubot chegaram a salvar quatro break points, mas Bryan e Sock conseguiram a quebra, marcando 5-3 e sacaram para fazer 6-3 e vencer a série.

No segundo set, a dupla norte-americana voltou com tudo, com dois breaks logo no início, chegando a 4-0. Melo e Kubot confirmaram o game na sequência, marcaram 4-1. Tentaram reagir na partida, mas os adversários mantiveram o domínio para fechar em 6-1 e comemorar o segundo título de Grand Slam seguido da parceria, que também foi campeã em Wimbledon.

Apesar da derrota, o resultado colocou Melo e Kubot entre as oito melhores parcerias da temporada, em oitavo lugar, com 3.570 pontos, dando um passo importante para a disputa do ATP Finals, em novembro.

No ranking mundial individual de duplas da ATP, Marcelo passa de 14º colocado para o sexto lugar, com Kubot subindo de 13º para quinto. Ambos somam 5.790 pontos, mas Kubot fica à frente do mineiro, pelo primeiro critério de desempate: npumero de torneios ao longo de 52 semanas, sendo que Marcelo tem uma competição a mais.

Um grande momento para nós, por ter chegado a mais uma final de Grand Slam. Muito orgulhoso por estar aqui, disputar esta final. Eles foram muito bem hoje (sexta) para ficar com o título”, disse o mineiro.

Na carreira, Marcelo disputou quatro finais de Grand Slam, comquistando dois títulos: em Wimbledon, em 2017, tendo como parceiro Kubot, e Roland Garros, em 2015, quando jogava com o croata Ivan Dodig. E tem dois vices, este e Wimbledon, em 2013, com Dodig). No US Open, antes do vice deste ano, Melo havia chegado duas vezes até as semifinais, em 2013 e 2014.

Adicionar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *