Uberlândia será sede dos confrontos contra a Belgica, em fevereiro de 2019

Uberlândia será sede dos confrontos contra a Belgica, em fevereiro de 2019

“Minas Gerais é a capital do tênis brasileiro”. As palavras do presidente da Federação Mineira de Tênis (FMT), ontem, quando a cidade de Uberlândia foi confirmada oficialmente como sede do confronto entre Brasil e Bélgica, na Copa Davis, de 1º a 3 de fevereiro de 2019, exprime bem o atual momento do esporte no Estado.

A definição da cidade mineira como sede do confronto, aconteceu graças a um empenho do presidente da FMT. A entidade foi consultada pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT), sobre a possibilidade de realizar o evento. “Respondemos positivamente e logo conseguimos viabilizar a competição, levantando recursos, 100%. O Praia Clube comprou a ideia, através de seu presidente, Aldorando Dias de Souza, que ajudou bastante a conseguir investidores da cidade de Uberlândia.”

A disouta no Triângulo é também a confirmação da importância de Minas gerais, que este ano sediou dois eventos de Roland Garros: Roland Garros Junior Wild Card Competition 2018, realizado no PIC, em abril, e o Roland Garros Amateur Series, mês passado, no Minas Náutico.

Esta será a terceira vez na história da Copa Davis de Tênis, que Minas Gerais sediará uma edição do maior torneio entre países no mundo. Minas Gerais disputava com São Paulo (Ginásio do Ibirapuera), Rio de Janeiro (Centro Olímpico de Tênis Rio’2016) e Criciúma, no Paraná, essa condição.

A primeira vez que o estado sediou o evento foi em 2006, quando o adversário foi a Suécia. Os jogos aconteceram numa arena montada no Expominas e que trouxe a BH, Guga, embora contundido, e por isso, jogou apenas o jogo de duplas, junto com o mineiro André Sá. O Brasil perdeu a disputa por 3 a 1.

A segunda foi em 2016, contra o Equador. Os jogos aconteceram dentro do Ginásio JK, no Minas I. O Brasil derrotou o Equador, por 3 a 1, e osm destaques foram dois mineiros, Marcelo Melo e Bruno Soares, que formaram a dupla brasileira. Os dois devem ser confirmados no time brasileiro para o confronto contra os belgas.

A Bélgica tem como destaque em sua equipe é David Goffin, de 27 anos, hoje o 22º do mundo, que disputará os jogos de simples. O jogador já esteve no Top 10 do tênis mundial. Foi o sétimo do ranking mundial.

Copa Davis em MG
2006 – Expominas
Brasil 1 x 3 Suécia
Primeira rodada (simples)
Flávio Saretta 3 x 2 Andréas Vinciguerra – 6-4, 1-6, 3-6, 6-2 e 7-5
Robin Soderling 3 x 0 Ricardo Mello – 6-0, 6-1 e 6-4

Segunda rodada (duplas)
Simon Aspelin/Jonas Bjorkman 3 x 1 Gustavo Kuerten/André Sá – 6-7 (8/6), 6-3, 6-2 e 7-5

Terceira rodada
Jonas Soderling 3 x 0 Flávio Saretta – 6-0, 6-3 e 7-6(7/4)
Ricardo Mello x Andreas Vinciguerra – não foi necessário

2016 – Minas I
Brasil 3 x 1 Equador
Primeira rodada (simples)
Emilio Gomez 3 x 1 Rogério Dutra Silva – 4-6, 7-5, 6-0 e 6-4
Thomaz Bellucci 3 x 1 Roberto Quiroz – 7-5, 7-6 (7/3), 3-6 e 6-3

Segunda rodada (duplas)
Marcelo Melo/Bruno Soares 3 x 1 Emilio Gomez/Roberto Quiroz – 6-7, 6-3, 6-3 e 6-2

Terceira rodada (simples)
Thomaz Bellucci 3 x 1 Emilio Gomez – 7-6 (13/11), 6-7 (6/8), 6-2 e 7-5
Rogério Dutra Silva x Roberto Quiroz – não foi necessário

Adicionar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *